Como foi dito anteriormente, a meditação é a arte de treinar a atenção e proporcionar uma ação mental mais adequada, ela cria as condições para que estejamos sempre equilibrados através de nossos pensamentos. Já o Chi Kun tem uma proposta visando a consciência da energia que transmuta inscesantemente e que pode ser direcionada da o bem estar de um terapeuta, lutador de artes marciais ou qualquer indivíduo.

A energia que se movimenta em nosso corpo é o pilar de nossa salde. Quando nossa energia encontra-se em harmonia o sistema imunológico está no seu auge. Já quando esta harmonia é quebrada ou diminui, o corpo pode se tornar vulnerável.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a cura está ligado diretamente com a energia. A prendendo a aumentar e direcionar a energia, cria-se um poderoso sistema de defesa interna e de auxílio para com as outras pessoas.

Nosso corpo é energia, assim como o universo. Os filósofos e médicos da antiga China ,observaram que diante de determinadas situações, umas pessoas ficavam doentes e outras não. Então as pessoas que eram mais imunes possuíam um poder invisível que as faziam mais fortes contra as doenças. Da mesma forma era observado que alguns enfermos eram curados mais rapidamente que outros usando-se os mesmos medicamentos

Efeito Curativo para o massoterapeuta

Como somos um campo de energia e estamos o tempo todo movimentando-o, a criação de um exercício de energia se torna algo natural.

Perto da cicatriz umbilical (3 dedos abaixo)está o “ Mar de chi, também chamado de Tan Tien.

Ali é a reserva do Chi assim como era quando estávamos no útero.

O Massoterapeuta antes de cuidar de um paciente, é bastante apropriado que esteja em equilíbrio e repleto de Chi. O toque deve ser poderoso e de intensão positiva para que o paciente obtenha não só os benefícios das manobras como também da energia que flui do terapeuta potencializando ainda mais o processo de cura que ocorre dentro do paciente.